Notas de Rodapé, Explicativas e Referência – Regras e Normas ABNT

A rigorosidade de um trabalho revela-se não somente na boa escrita, mas também no cuidado com as notas e suas referências. Essa parte quando bem realizada já demonstra uma dedicação do estudante e facilita a leitura do público em geral como, principalmente, dos avaliadores, seja professor ou uma comissão.

Entretanto, primeiramente, para fazer boas notas, é preciso saber o que elas são. As notas, ou notas de rodapé, servem para que o leitor não tenha de fazer uma grande interrupção em um pensamento que está sendo desenvolvido no texto, podendo voltar à nota assim que terminar o parágrafo ou a leitura da reflexão. Podem ser escritas tanto pelo autor, como pelo tradutor ou editor, dependendo do tipo de texto.

As notas também servem para fazer pequenas indicações que podem se tornar excesso no texto, como uma breve biografia de um pensador que é citado brevemente; podem ser usadas para reflexões que não são objeto do trabalho, mas que tem a ver com o tema de estudo; ou também podem ser usadas para inserção de detalhes que são importantes, mas poderiam ser um excesso na frase ou parágrafo.

notas-abnt

Exemplos de Notas ABNT

Em Hiroshima, ao lado do Rio Ota1, foi inaugurado o Parque Memorial da Paz em homenagem a todos os que morreram quando a bomba foi lançada na cidade.1 O Rio Ota corta Hiroshima, é o principal da cidade e é composto por seis afluentes.

 

Getúlio Vargas1 foi o responsável pelo fim da chamada República Velha.1 Presidente do Brasil entre 1930 e 1945 e 1951 a 1954.

 

 

Para essas notas de rodapé, não há padronização da ABNT, pois são somente informações. Entretanto, caso haja uma fonte para a informação, ou a nota contenha uma citação, deve-se fazer a devida referência aos moldes das normas.

Formatação das notas

De acordo com o Projeto NBR 10520, da ABNT, datado de agosto e 2002 e definidor das citações em documentos, as notas nunca devem recomeçar numeração em cada página. O documento, ou capítulo, ou parte deve seguir uma única numeração, seguindo sempre o sistema numérico que deve ser consecutivo.

As notas devem estar dentro das margens, com uma linha contínua de 5 milímetros que as separem do restante do texto. Devem estar alinhadas a partir da segunda linha da mesma nota, sem espaço entre as notas e com fonte menor. Normalmente, em caso de texto digitado em fonte 12, utiliza-se na nota número 10, apesar da ABNT não determinar qual deve ser o tamanho categoricamente.

Por Exemplo

1 As referências em notas de rodapé devem seguir um mesmo padrão, não se pode usar a cada momento uma maneira de citação.2 As notas de rodapé fornecem informações que podem ser vitais a um texto e também suscitar curiosidades no leitor, além de informa-lo.

 

Existem os seguintes tipos de notas de rodapé:

  1. Notas de referência: substituem referências em texto;
  2. Notas explicativas: referem-se a algo inserido no texto.

Notas de referência

Esse tipo de nota é usada quando o autor, tradutor ou editor opta por não fazer as referências no corpo do texto. Assim, a cada obra utilizada direta ou indiretamente, é inserida uma nota onde consta a devida referência. Sendo que, na primeira vez que uma obra aparecer, sua referência deve estar completa, nas próximas utilizações, pode ser de maneira abreviada.

Exemplo de Notas de Referência:

Franz Kafka1 apresenta o personagem GregorSamsa que, ao acordar de sonhos intraquilos, havia se metamorfoseadoem um inseto.
1KAFKA, Franz. A metamorfose. Tradução de Modesto Carone. São Paulo: Companhia das Letras, 1997.
Este inseto foi caracterizado como monstruoso.22Ibid.

 

Ao usar a nota de referência e inseri-la completa, não se deve utilizar o sistema (AUTOR, data, página). Deve-se seguir um padrão em todo trabalho e escolher um dos dois. Da mesma maneira, se coloca uma referência em notas, as outras também devem seguir o mesmo sistema.

Esse sistema não dispensa as referências ao final do texto.

As notas de rodapé de referência possuem algumas especificidades. No caso da referência seguir nas notas subsequentes, podendo ou não ser de forma abreviada de termos do latim,

Por exemplo:

Norma Quando usar e explicação
1.      Idem, Id. Deve-se usar nota com Idem (Id.) quando for o mesmo autor:1FOUCAULT, Michel. Vigiar e punir. Tradução de Raquel Ramalhete. Petrópolis: Vozes, 1977, p. 20.2 Id., 2010, p. 14.
2.      Ibidem, Ibid. Usa-se Ibidem (Ibid.) quando for a mesma obra e mesmo autor:1 FOUCAULT, Michel. Vigiar e punir. Tradução de Raquel Ramalhete. Petrópolis: Vozes, 1977, p. 20.

2Ibid, p. 110.

3.      Opus citatum, opere citato, op. cit. Usa-se op. cit. para obra já citada.1 FOUCAULT, Michel. Vigiar e punir. Tradução de Raquel Ramalhete. Petrópolis: Vozes, 1977, p. 20.

2 SANT’ANNA, Affonso Romano de. Drummond: o gauche no tempo. Rio de Janeiro: Record, 1992, p. 15.

3 FOUCAULT, op. cit., p. 221.

4.      Passim. Usa-se para referir-se ao uso de diversas passagens.
1 SANT’ANNA, 1992, passim.
5.      Loco citato, loc. cit. Usa-se para referir-se ao lugar citado. Ou seja, para mencionar a mesma página de uma obra já citada. A nota não precisa necessariamente ser a anterior.
1 FOUCAULT, Michel. Vigiar e punir. Tradução de Raquel Ramalhete. Petrópolis: Vozes, 1977, p. 20.2FOUCAULT, loc. cit..
6.      Confira, confronte, Cf. Usa-se para sugerir ao leitor que confira ou compare, no sentido de consultar a obra.

1Cf. FOUCAULT, Michel. Vigiar e punir. Tradução de Raquel Ramalhete. Petrópolis: Vozes, 1977, p.
180.

7.      Sequentia,et seq. Usa-se para quando há mais páginas que se seguem além da sinalizada na nota.1 FOUCAULT, Michel. Vigiar e punir. Tradução de Raquel Ramalhete. Petrópolis: Vozes, 1977, p. 20et seq.

 

Notas explicativas

Essas servem para explicar ou exemplificar algum termo utilizado no texto. Pode-se colocar uma nota explicativa para inserir o nome completo de uma abreviação. Por Por Por Exemplo:

As normas da ABNT1 padronizam as citações.1 Associação brasileira de normas técnicas.

 

As redes sociais2 de hoje possibilitam um novo tipo de interatividade entre as pessoas, emergindo uma cultura digital.2 Como Facebook, Instagram, Google+ e similares.

 

 

  • SAIBA MAIS SOBRE NORMAS ABNT AQUI